Ajude a ONG Casa de Acolhimento Coração de Rua

Olá Joaçabenses, hoje nosso recado é sobre a ONG Casa de Acolhida Coração de Rua.

Esta organização surgiu no final do ano passado da boa vontade de dois casais que largaram suas vidas normais para se dedicar a um ideal de ajudar o próximo. Dessa forma fundaram a “Casa de Acolhida Coração de Rua”. Hoje o projeto também conta com o apoio de outros valorosos voluntários que têm ajudado muito!

Conforme reportagem do site Éder Luiz abaixo, a ideia era abrir a ONG já antes do Natal, mas isso não foi possível então eles fizeram o possível que foi servir uma ceia de natal aos moradores de rua da região.

Contudo, já no início do ano as portas da casa estavam abertas para moradores de rua dos três municípios, Herval d´Oeste, Luzerna e Joaçaba. Hoje das 8 pessoas acolhidas no local, 5 são Joaçabenses. Sabemos que esse tipo de projeto precisa da ajuda de todos então mesmo estando em Herval d´Oeste precisamos apoiar.

O projeto da Casa de Acolhida vêm preencher uma lacuna no ciclo de tratamento de moradores de rua que, normalmente sendo alcoólatras ou tendo outras dependências químicas, são tratados por meses em clínicas da região mas ao término do tratamento, por falta de opção, voltam para a rua ou para ambientes que não são adequados. Dessa forma acabam retornando ao vício.

A casa de acolhida pode dar esse suporte, dando mais tempo para a recuperação total do indivíduo. Mas é importante lembrar que as regras para poder permanecer no local são rígidas, eles plantam alimentos em uma grande horta, cultivam animais como galinhas e coelhos e fazem artesanato que logo começarão a ser comercializado em um bazar. A prática de esportes nos horários livres também é incentivada. Eles contam com o apoio de uma assistente social voluntário e de um educador físico também.

Nesta última semana de janeiro de 2017 participei de uma reunião com vereadores de Joaçaba e Herval d´Oeste além das estruturas de assistência social dos município, CRAS* e CREAS* de Joaçaba e CRAS* e CAPS* de Herval d´Oeste. Todos foram unânimes em afirmar a importância do projeto e irão agir em sintonia para acompanhar os moradores de rua que estiverem na casa de acolhida. Isso é importante porque muitos deles já são atendidos pelo CAPS e tomam medicação. A continuidade do tratamento é fundamental e houveram relatos de que as pessoas que estão na casa de acolhida não tiveram mais problemas na rotina de ingerir os medicamentos como acontecia quando estavam na rua.
Enfim, o projeto é nobre, baseado no esforço desses dois casais de voluntários e de outras valorosas pessoas que estão se dedicando muito para que tudo dê certo. Mas como a ONG tem menos de 1 ano de existência não pode receber auxílio governamental. Então a doação da população é fundamental.

O projeto já esta sendo apresentado a várias entidades mas toda a ajuda é bem vinda!

Se você puder, segue o número da conta abaixo. Se quiser visitar a ONG, fica cerca de 300 metros depois do Incubatório da BRF na “Rodovia do Ovo” em Herval d´Oeste. Agende uma visita com o Daniel pelos telefones abaixo.

Abraços e fico a disposição!

CONTA PARA DOAÇÕES

Para colaborar, seja com a doação de itens ou com algum valor basta entrar em contato pelos telefones: (49) 3554-0000 (fixo da ONG), 49- 98816-4869 com Daniel ou 49-99807-7883 com Daniela.

Ou depositar diretamente na conta da ONG em:

Banco Sicredi
Agência 0217
Conta Corrente: 41190-0

CNPJ: 26.614.036.0001-59

Nome: Comunidade Deus é Fiel, que é a Ong Mantenedora da Casa de Acolhida e idealizadora do projeto.

Notícias sobre a ONG

Oito moradores de rua estão abrigados na Casa de Acolhida localizada em Herval d’ Oeste
De Redação Portal EderLuiz – 26 de janeiro de 2017
Link: http://www.ederluiz.com.vc/oito-moradores-de-rua-estao-abrigados-na-casa-de-acolhida-localizada-em-herval-d-oeste/

Ong Coração de rua promove ceia de natal mas ainda não consegue iniciar suas atividades na casa de apoio
De Redação Portal EderLuiz – 26 de dezembro de 20160
Link: http://www.ederluiz.com.vc/ong-coracao-de-rua-promove-ceia-de-natal-mas-ainda-nao-consegue-iniciar-suas-atividades-na-casa-de-apoio/