Reforma política não é para você!

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que será responsável pela “Reforma Política” esta sendo voltada esta semana. Ela prevê o “distritão” para 2018 e 2020. Nesse modelo, cada estado (para deputado estadual e federal) ou município (para vereador) vira um distrito eleitoral e são eleitos os candidatos mais votados. Não são levados em conta os votos para o partido ou a coligação. A medida é ruim porque fortalece os políticos já estabelecidos que terão maior influência na escolha das candidaturas, afinal, os partidos irão lançar menos candidatos do que antes. No modelo atual, os votos de um deputado estadual não eleito, irão ajudar a legenda dos outros candidatos do partido. Neste novo modelo de “distritão” os votos dos não eleitos serão perdidos, então os partidos irão lançar o mínimo necessário de candidatos apenas, e focar na campanha desses poucos nomes. Esta manobra irá garantir uma GRANDE VANTAGEM nas eleições de 2018 para os atuais parlamentares.

Quero deixar claro que minha opinião é que deveríamos ter o voto distrital como principal sistema de escolha, isso baratearia as campanhas e faria com que candidatos competissem em condições semelhantes. No caso do voto distrital, a votação para deputado estadual e federal fica restrita apenas ao distrito, ou seja, a alguns municípios. Dessa forma, o candidato irá fazer campanha próximo de sua residência, e não precisará ir buscar votos no estado todo. Isso barateia a campanha e faz com que candidatos com poucos recursos façam uma campanha em condições mais próximas do que aqueles com muitos recursos. É uma maneira de baratear as campanhas caríssimas que temos visto nos últimos anos.

Uma pequena esperança neste sentido é que o voto distrital misto esta previsto para 2022. Neste sistema metade das vagas vão para o voto distrital e a outra metade para um voto proporcional, em uma lista de candidatos do partido. Neste caso, ao menos metade das vagas ficam no sistema distrital.

Mas o maior escândalo é o fundo eleitoral sugerido: o projeto previa um repasse para as campanhas de 0,5% da receita bruta do governo em 12 meses, o que corresponderia a R$ 3,6 bilhões em 2018, ficando até mesmo fora do teto constitucional para as despesas federais. Contudo, devido as manifestações negativas em redes sociais e da população em geral, ganhou força nos últimos dias o entendimento para retirar o montante do texto e deixar que o Congresso defina os valores do fundo no ano anterior a cada eleição. Mas isso pode ser pior, já que o valor pode ser ainda maior que os já absurdos 3,6 bilhões sugeridos originalmente.

A população precisa acompanhar mais de perto o que ocorre no congresso.

Vicente Cândido (PT-SP), relator da reforma política, chegou a incluir uma proposta absurda que por pressão já foi retirada. O que era tal proposta? Era alterar dos atuais 15 dias para 8 meses o prazo que impedia um candidato de ser preso, isso mesmo, hoje já esta em vigor uma lei que eu acho inadequada que proíbe a prisão de um candidato até 15 dias antes da eleição. Eram esses 15 dias que o relator Vicente Cândido queria subir para 8 meses. A emenda foi até apelidada de emenda Lula, por que a leitura era clara que favoreceria muito o ex-presidente, já que não poderia ser preso a partir de fevereiro até outubro de 2018 se candidato fosse. Portanto, por pressão popular inclusive, a emenda foi retirada e nem irá para votação.

Outro absurdo que também o já famoso deputado Vicente Cândido do PT inclui (e já retirou) foi a doação oculta de pessoas físicas para campanha. O relator Vicente Cândido ainda ampliou os limites para que pessoas físicas possam financiar candidatos. Será possível doar para cada cargo em disputa até 10% do rendimento bruto recebido no ano anterior à eleição ou dez salários mínimos, o que for menor. E esta doação poderia ser oculta, por opção do doador. Neste caso apenas os órgãos de fiscalização iriam ficam sabendo o CPF de quem doa. Ainda bem que também não passou afinal, estavam até dizendo que isso iria favorecer o fluxo de recursos não contabilizados para as campanhas… alguém duvida? Lembrando que quando falo em recursos não contabilizados pode ser dinheiro de propina, ou jogo do bicho, ou ainda outras atividades não lícitas tipo tráfico de drogas mesmo.

Termino este pequeno texto com uma pérola criada hoje do ministro do STF e presidente do TSE Gilmar Mendes, aquele que não se acusou como impedido e mandou soltar o empresário cuja filha teve o próprio Gilmar Mendes como padrinho de casamento. Só no Brasil que compadre solta compadre. Mas a pérola não é essa. A pérola que foi dita pelo nosso Ministro Gilmar Mendes referente ao fundo de R$ 3,6 bilhões é: “Este fundo que esta provocando tanta revolta, crítica, pode ser insuficiente”.

Pra mim insuficiente é a falta de noção desse pessoal! Abraços!

Ao Excelentíssimo Senhor Presidente da República

Enviado ao Presidente da República no dia 13 de junlho de 2017.

Ao Excelentíssimo Senhor Presidente da República

Sr. Presidente,

Lhe escrevo depois de uma viagem de estudos na Espanha, algo rápido, uma semana as minhas expensas, no intuito de qualificar a minha atividade laboral. O que me motiva escrever não é algo que sua excelência e uma parcela da população que tem a possibilidade há anos de viajar pelo mundo, seja a trabalho, estudo ou lazer já não tenha identificado, mas o meu senso de cidadão minimamente politizado me compeliu a escrever esse texto. A Espanha um país de tradições seculares, de cultura ímpar, de economia em recuperação, de muitas semelhanças com o Brasil, na região do mediterrâneo, mais especificamente em Valência onde estive tem muitas similitudes conosco e muitas coisas que podemos “copiar”, no bom sentido para promovermos um País melhor. Estudar uma semana sobre inovação e competitividade me fez refletir sobre várias práticas, em nível local (município), regional (estado-membro) e global (País), a fim de entender que sim, temos menos recursos que a Europa em geral, temos menos tempo de civilização, temos um sistema de ensino básico e superior diferente, com oportunidades muitas vezes desiguais, mas ao mesmo tempo temos algumas vantagens em termos de recursos naturais, força de trabalho, e a nossa dimensão como País. Digo isso, porque encontrei nessa viagem muitos brasileiros morando em outros países,  nenhum deles deixou de dizer que quer voltar ao Brasil ou que tem saudades, e todos disseram que as condições de trabalho não são muito melhores do que aquelas que temos aqui, mas uma afirmação foi unanime, e vejam que falei com brasileiros que nem se conhecem e moram em regiões diferentes da Europa, todos tem medo da violência no Brasil, de ter uma arma apontada a sua cabeça, de não poder usar o transporte público quando ele existe, de temer por não garantir a segurança de sua família, em especial dos filhos. Então eu me pergunto, com tristeza, porque existe o estado brasileiro? De onde vem a prerrogativa do estado de fazer normas e cumprir o que está escrito na Constituição Federal de 1988? Vou ser minimalista e evitar explicações extensas e complicadas, que sim, poderiam se dar a essas perguntas, mas vou direto ao ponto, que entendo ser o mais relevante para a grande massa da população entender, o Estado existe porque a Sociedade lhe deu o poder de promover as normas jurídicas necessárias a vida em comunidade, com segurança, moradia, transportes, infraestrutura, saúde, garantia da propriedade e muitos outros elementos necessários a conivência de forma pacífica e feliz. Se o Estado não mais pode lhe proporcionar acesso a esses elementos, temos que refundar o Estado, temos que estruturar uma nova ordem, que não comporta o privilégio de poucos, retomando momentos passados da história, como a monarquia, com o poder central, alguns afortunados gravitando em torno do poder e o povo com algumas poucas garantias, a fim de deixa-lo passivo e dócil. A estrutura do Estado brasileiro já extrapolou o possível, já não entrega a população o que deveria, tem um custo econômico insustentável e agrada a pouca gente. Caros governantes, que possamos retomar o sentido da existência do “Estado”, que ele possa acudir as nossas necessidades básicas, e proporcionar a todos nós a segurança necessária para exercermos nossos deveres e direitos.

Ricardo Marcelo de Menezes, Professor de Direito na Unoesc.

Ricardo Antonello, Professor de Informática no IFC e vereador em Joaçaba.

 

Prestação de Contas do Carnaval e Carnafoila de 2017

Olá Pessoal!

A Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d´Oeste – LIESJHO já apresentou a prestação de contas dos R$ 600 mil que recebeu do município de Joaçaba e destinou integralmente às Escolas de Samba, CONTUDO, a Liga ainda não apresentou a prestação de contas dos gastos do Carnafolia e do desfile da Avenida.

Dessa forma, como meu compromisso é com a transparência e com a agilidade na informação, solicitei os valores para a Liga, mesmo antes da prestação de contas oficial, os valores seguem abaixo:

Segue abaixo tabela:

LIESJHO
CARNAVAL 2017
RECEITAS LIESJHO CARNAFOLIA
Ingressos Bilheteria  R$       161.203,00
Ingressos Blocos  R$       190.000,00
Bar bruto – dentro do evento  R$         69.000,00
Pontos Alimentação  R$           6.000,00
Patrocínio Ambev  R$       176.000,00
TOTAL GERAL  R$       602.203,00
DESPESAS LIESJHO CARNAFOLIA
Radio Catarinense  R$         21.600,00
Radio Lider  R$           5.000,00
RIC  R$           4.000,00
Limpeza  R$           6.200,00
Segurança  R$         36.000,00
Bombeiros  R$           2.428,24
ECAD  R$         21.000,00
Estrutura  R$       150.000,00
Estrutura adicional  R$         28.000,00
Musica/Bandas  R$       175.000,00
Aluguel Praça  R$         25.000,00
Ambulância  R$           4.000,00
Brigadistas  R$           4.500,00
Policia Militar  R$           1.248,00
Estacionamento P.C. 2016  R$             550,00
Bebidas Bares – ACB  R$         62.506,12
Pulseiras  R$           1.500,00
Bilheteria Juliana Alves  R$             200,00
Materiais  R$         11.493,70
TOTAL GERAL R$ 560.226,06
LIGA INDEPENDENTE DAS ESCOLAS DE SAMBA DE JOAÇABA E HERVAL D´OESTE
CARNAVAL 2017
RECEITAS LIESJHO DESFILES ESCOLAS DE SAMBA
Ingressos bilheteria arquibancadas  R$          176.762,50
Ingressos bilheteria camarotes  R$            61.662,00
Pontos ambulantes  R$            14.000,00
Camisetas  R$              1.125,00
Placas avenida  R$                       –
Lei Rouanet  R$          300.000,00
TOTAL GERAL   R$          553.549,50
DESPESAS LIESJHO DESFILES ESCOLAS DE SAMBA
Hotel Bordignon  R$              4.664,00
Passagens aéreas AGATA  R$              6.985,00
Refeições BORDIGNON  R$              2.550,00
Transporte  R$              3.200,00
Cachê Jurados  R$            17.800,00
Despesas com Evento dia 04/02 BORDIGNON  R$                454,50
Comida cabines  R$                605,50
Arquibancadas ECOS  R$          280.000,00
Sonorização NZ  R$          130.000,00
Banheiros COBALA  R$            25.025,00
Segurança  ZANARDO  R$            40.000,00
Trio Elétrico banda  R$            11.000,00
Trio Elétrico KIKI  R$              3.800,00
Bombeiros  R$              3.404,05
ECAD  R$              8.873,16
Pintura Avenida/placas (Giba artes visuais)  R$            80.400,00
Extintores  R$              4.415,00
Projetos Avenida  (Ver camarote)  R$            20.000,00
Elétrica/iluminação  R$            17.500,00
Crachás  R$              1.373,49
ARTs  R$              1.549,07
CELESC  R$            11.302,52
Fotógrafo  R$              4.000,00
Locutor  R$              3.609,00
Materiais  R$            30.000,00
Pulseiras  R$              1.252,60
Fiscais de portaria  R$            16.560,00
Disperção e Armação  R$              1.560,00
Rei Momo  R$              2.000,00
Rainhas  R$              1.153,00
Hotéis  R$              7.500,00
Colocação e retirada placas sinalização (Nizio)  R$              6.000,00
Troféus  R$              5.850,00
Camisetas  R$            13.774,00
Real Time  R$            70.000,00
Site Alfa  R$              4.436,00
Radio Catarinense  R$            21.600,00
Jornais  R$            16.000,00
Radio Lider/Jovem Pan  R$              5.000,00
RIC  R$              8.000,00
Sites (Eder/Caco)  R$              5.000,00
Rbs  R$            10.000,00
Conplan  R$              8.000,00
Copycenter  R$            13.202,00
Outras Despesas  R$            46.000,00
Restaurante – almoços  R$              2.775,00
TOTAL GERAL  R$ 978.172,89

Dinheiro pra Carnaval?


É muito importante entender que o dinheiro que vem para o Carnaval não pode ser aplicado na saúde e na educação. Leia até o fim e Tenho certeza absoluta que vai concordar comigo.

Para entender melhor vamos separar as fontes de recursos.
Fonte 1. A lei Rouanet é um recurso Federal que se não vier pra cá vai para outra parte do Brasil e não pode ser aplicado no município. Além disso é recurso para cultura que envolve pinturas, esculturas, teatro, cinema, carnaval, qualquer outra manifestação cultural, etc. Não pode ir para saúde nem educação. Esse recurso você concorda que tem que ser buscado para ser usado para o Carnaval de Joaçaba certo?
Fonte 2. Recurso de fomento cultural do Governo do Estado. Esse ano o Governo do Estado “deu a volta” em Joaçaba e em outros municípios e apesar de ter liberado perto de 4 milhões para o carnaval do estado, os municípios no total de 5 só “quiseram pegar” R$ 300 mil, pouco mais de R$ 50 mil de média cada um. Isso porque o governo não deu prazo suficiente pra licitar e só os prefeitos que aceitaram ter um possível processo pela lei de responsabilidade fiscal é que pegaram dinheiro. Esse recurso você concorda que tem que aplicar no carnaval de Joaçaba certo? Pois se não vier para Joaçaba vai ser aplicado em Cultura em outro município de Santa Catarina. Portanto, também como o item 1 não poderá ser aplicado em saúde nem em educação.
Fonte 3. São recursos municipais de Joaçaba que neste ano totalizaram R$ 600 mil e que se não forem aplicados no carnaval poderão ser aplicados em saúde e educação. Esses Eu também sou contra de que seja aplicado no carnaval. Eu já conversei com todos os responsáveis manifestando que temos que zerar ou diminuir bastante para o ano que vem. Essa é minha posição na Câmara de Vereadores. Mas este ano o correto foi passar os recursos porque já tinha sido combinado ano passado e seria muita sacanagem com as escolas de samba chegar na última hora e dizer que elas não iriam receber esses R$ 200 mil cada uma. Importante: tem escola em Joaçaba que gasta bem mais de 500 mil pra entrar na avenida.
Fonte 4. Recursos privados. Sabemos que tem muitos grandes empresários em Joaçaba que aplicam verdadeiras fortunas no carnaval. Estão de parabéns! A cidade agradece, e muito. Mas é fato que se dependermos apenas de recursos privados de quem gosta do carnaval e não usarmos a Fonte 1 e a Fonte 2 ficará impossível manter uma festa de alto nível. Só a título de informação a estrutura da Avenida para os dois dias com arquibancada, pinturas, segurança, banheiros, iluminação, som, etc, custa mais de R$ 700 mil. Não é barato.
Em resumo:
O sonho que não é possível é usar apenas a fonte 4. Recursos privados são necessários mas não vão pagar toda conta. Não usar a Fonte 1 e a Fonte 2 na minha opinião é tolice porque se não vier para Joaçaba vai ir para alguma outra festa fora de Joaçaba.
Este ano o prefeito fez bem em não pegar os recursos da fonte 2 que viriam do Estado. Os recursos da Fonte 1 Lei rouanet, foram utilizados e por isso que tinha ingressos gratuitos para quem comprovasse baixa renda.
Aqui cabe um destaque para o deputado Jorginho Mello que botou o projeto da Lei Rouanet em baixo do braço e bateu de porta em porta em Brasília até o projeto ser liberado. Este ano não teríamos a Lei Rouanet e também por consequência o Carnaval por conta de prestações de contas mal feitas de anos passados.
Outro detalhe é que os ingressos gratuitos ficavam em algumas arquibancadas. Uma delas era a arquibancada na frente do Bradesco e estava com metade da lotação no primeiro dia. As pessoas não sabiam que podiam ver o carnaval de graça ou não se interessaram. Mas foi dado o carnaval de graça para as pessoas sim.
 É importante lembrar que o projeto da Lei Rouanet não é dinheiro dado pelo governo pois ainda é preciso captar os recursos com empresas que vão receber descontos nos impostos. É por isso que neste início de abril de 2017 ainda tem R$ 500 mil para pagar da festa. Isso ocorre porque ainda não se consegue seguiu captar todos os recursos previstos no projeto dá Lei Rouanet. Mas está a caminho!
Penso que muitas pessoas falam do Carnaval sem entender essas quatro fontes de captação de recursos e isso é fundamental para entendermos esse problema complexo e ajudarmos a resolver. Por favor ajudem a espalhar essas informações.
Porque eu concordo plenamente que se os recursos do carnaval viessem apenas da fonte 3 que são recursos municipais então EU SERIA CONTRA o carnaval para poder aplicar isso em educação, saúde ou na infraestrutura do município.
Acesse meu blog www.ANTONELLO.com.br
Forte abraço e vamos juntos tentar melhorar as coisas.

Nossa carne é forte e segura!

A Polícia Federal merece todo o nosso respeito e admiração, tem feito um trabalho excelente apoiando as ações do Ministério Público e do Judiciário na Operação Lava-Jato, portanto, é difícil condenarmos uma ação como essa da operação “Carne Fraca” pois é claro que os corruptos precisam ser colocados na cadeia, sejam políticos, fiscais, executivos ou empresários.

Contudo, a crise de imagem a qual a agroindústria brasileira foi exposta é desnecessária. Até onde ví os problemas são pontuais e desconectados. Não justifica uma operação única que é a maior da história da Polícia Federal com mais de mil agentes nas ruas fazendo buscas e apreensões, dado o que foi divulgado.

É importante lembrar que o Brasil é primeiro no ranking em exportação de aves e bovinos e um dos primeiros em suínos. Nosso frango é exportado para 150 países, somos líderes mundiais há 10 anos nesse setor. No Brasil a Agroindústria gera 12 bilhões de dólares ao ano, ou quase 40 bilhões de reais.

Pra nós de Santa Catarina é ainda pior! A agroindústria representa perto de 30% do PIB Catarinense, ou seja, quase um terço da nossa economia depende disso. Dessa forma, a confiança abalada, mesmo que de forma injusta, demora pra ser reconquistada. E custa caro!

A forma com que a Polícia Federal divulgou a operação e o fato de ser a maior operação da história em número de agentes, automaticamente gera a preocupação de que o problema É MUITO GRANDE! Mas indo um pouco mais a fundo vemos que são problemas isolados e principalmente nós de Santa Catarina não temos nada a ver com isso.

O uso de carne de cabeça de porco em embutidos é permitida por lei em produtos previamente cozidos, como mortadela e salsicha. Em linguiça de churrasco, a chamada linguiça frescal, o uso não é permitido justamente porque ela não passa por cozimento. Foi essa irregularidade que a PF viu no áudio. A situação irregular é no Frigorífico Peccin que é a única unidade de Santa Catarina com esse problema e poderia ser identificada e punida individualmente. Não vejo nenhuma ligação disso com as empresas maiores com o a BRF por exemplo.

Já o alarme sobre o uso de conservantes cancerígenos por exemplo, é equivocado no sentido de que tais produtos são autorizados para uso em alguns produtos. O ácido ascórbico é a vitamina C. Na norma brasileira, não há imposição de limite ao uso de vitamina C. E convenhamos, quase tudo faz mal, veja o caso da Caramelo IV na Cola-Cola, pesquise pra ver.

E a história do papelão na carne é o maior dos absurdos! Existem um monte de outros produtos que podem ser adicionados na carne para dar peso que não fazem mal a saúde como por exemplo a proteína de soja. Colocar papelão na carne não faz sentido. O áudio interceptado diz respeito a embalagem, ouça o áudio pra você ver…

A divulgação dessa operação do jeito que foi feita, automaticamente exigiu uma resposta das nações importadoras do produto brasileiro.  Se você fosse o responsável pela importações na União Européia e vendo o noticiário o que você faria depois de ver que o Brasil fez a maior operação da história da PF por causa das irregularidades na carne brasileira? Eu faria o seguinte: Primeiro bloqueia tudo, pra depois ir conversar e ver se é verdade… e o que foi que realmente ocorreu.

Alguns dos maiores importadores de carne do Brasil anunciaram na segunda-feira, 20/03, restrições à compra do produto dentre eles a União Europeia, China, Coréia do Sul e Chile. Felizmente, hoje (terça, 21) A Coreia do Sul já voltou atrás.

Além disso, os números falam por sí só! Veja:

Existem 4.850 unidades de processamento de carnes. Apenas 21 estão sob investigações o que dá 0,43% do conjunto todo e apenas 3 estão com interdições o que representa 0,06% do total.

Então a maior operação da Polícia Federal com mais de mil agentes nas ruas executando mais de 300 mandados de busca e apreensão resultou em 0,06% das fabricas interditadas. Fiquei feliz, isso significa que nossa carne não é fraca, pelo contrário, é muito segura. Nossa carne é e vai continuar sendo uma das melhores do mundo!

“De graça” e sobrando vagas para Engenharia Mecânica e de Automação no IFC Luzerna

Olá pessoal!

Vou direto ao assunto! Esta SOBRANDO VAGAS GRATUITAS para cursar Engenharia Mecânica e Engenharia de Controle e Automação Industrial no Instituto Federal Catarinense – IFC Campus Luzerna.

Não sei se é por falta de divulgação. Não sei se existem poucos jovens na região dispostos a estudar…

MAS o que sei é que é GRATUITO, de QUALIDADE e NÃO PODE FICAR OCIOSO!

AJUDEM A DIVULGAR POR FAVOR! Compartilhem…

Esta aberto edital para seleção via currículo porque por ENEM, SISU, etc… faltaram candidatos!
COMPARTILHE!

http://noticias.luzerna.ifc.edu.br/2017/02/20/ifc-faz-cadastro-de-reserva-para-cursos-superiores-via-historico-escolar/

 

Iluminação do Acesso Adolfo Ziguelli

Olá Joaçabenses!!!

Fui questionado esta semana sobre  a obra de iluminação do Acesso Adolfo Ziguelli e tenho novidades!

Primeiro, concordo com meu eleitor que perguntou: “Como é que inauguraram a obra sem iluminação?”. Isso realmente é uma grande dúvida… mas tenho certeza que houve uma boa razão na época (ainda bem que eu não era vereador nesse período, então isso não foi culpa minha ok?).

Mas o que importa é a obra pronta, e nesse caso, não foi cumprido o prazo. Temos uma matéria do Eder Luiz (link abaixo) datada de 31 de agosto de 2016 que afirma que a empresa que ganhou a obra tinha 5 dias pra começar e 90 dias pra terminar. Como seu que você leitor sabe fazer contas, tenho certeza que concluiu que hoje, 17 de fevereiro do ano seguinte, a obra precisaria estar terminada. Pois é, não esta… Segundo a reportagem esse prazo venceria em 5 de dezembro mas acho que em dezembro ninguém sentiu falta, aí mudou governo e o problema mudou de mãos na prefeitura.

Hoje tive uma informação valiosa do Secretário de Infraestrutura e Obras, Vilson Sartori, que informou que em poucos dias a obra será finalizada. Foram encontrados problemas no terreno, muitas pedras, a empresa que ganhou a licitação demorou pra resolver MAS em poucos dias teremos o ACESSO INTEIRO ILUMINADO! Obrigado ao Secretário que passou a informação rapidamente sem precisa de um “pedido formal de informações pela câmara” como seria de costume.

E eu, como sempre, sigo a disposição! E bom carnaval a todos!

ps: estou com informações bem legais sobre o carnaval. Divulgarei assim que terminar meus cálculos! 😉

Matéria citada acima esta em: http://www.ederluiz.com.vc/segunda-parte-da-ilumininacao-do-acesso-adolfo-ziguelli-sera-instalada/

Ajude a ONG Casa de Acolhimento Coração de Rua

Olá Joaçabenses, hoje nosso recado é sobre a ONG Casa de Acolhida Coração de Rua.

Esta organização surgiu no final do ano passado da boa vontade de dois casais que largaram suas vidas normais para se dedicar a um ideal de ajudar o próximo. Dessa forma fundaram a “Casa de Acolhida Coração de Rua”. Hoje o projeto também conta com o apoio de outros valorosos voluntários que têm ajudado muito!

Conforme reportagem do site Éder Luiz abaixo, a ideia era abrir a ONG já antes do Natal, mas isso não foi possível então eles fizeram o possível que foi servir uma ceia de natal aos moradores de rua da região.

Contudo, já no início do ano as portas da casa estavam abertas para moradores de rua dos três municípios, Herval d´Oeste, Luzerna e Joaçaba. Hoje das 8 pessoas acolhidas no local, 5 são Joaçabenses. Sabemos que esse tipo de projeto precisa da ajuda de todos então mesmo estando em Herval d´Oeste precisamos apoiar.

O projeto da Casa de Acolhida vêm preencher uma lacuna no ciclo de tratamento de moradores de rua que, normalmente sendo alcoólatras ou tendo outras dependências químicas, são tratados por meses em clínicas da região mas ao término do tratamento, por falta de opção, voltam para a rua ou para ambientes que não são adequados. Dessa forma acabam retornando ao vício.

A casa de acolhida pode dar esse suporte, dando mais tempo para a recuperação total do indivíduo. Mas é importante lembrar que as regras para poder permanecer no local são rígidas, eles plantam alimentos em uma grande horta, cultivam animais como galinhas e coelhos e fazem artesanato que logo começarão a ser comercializado em um bazar. A prática de esportes nos horários livres também é incentivada. Eles contam com o apoio de uma assistente social voluntário e de um educador físico também.

Nesta última semana de janeiro de 2017 participei de uma reunião com vereadores de Joaçaba e Herval d´Oeste além das estruturas de assistência social dos município, CRAS* e CREAS* de Joaçaba e CRAS* e CAPS* de Herval d´Oeste. Todos foram unânimes em afirmar a importância do projeto e irão agir em sintonia para acompanhar os moradores de rua que estiverem na casa de acolhida. Isso é importante porque muitos deles já são atendidos pelo CAPS e tomam medicação. A continuidade do tratamento é fundamental e houveram relatos de que as pessoas que estão na casa de acolhida não tiveram mais problemas na rotina de ingerir os medicamentos como acontecia quando estavam na rua.
Enfim, o projeto é nobre, baseado no esforço desses dois casais de voluntários e de outras valorosas pessoas que estão se dedicando muito para que tudo dê certo. Mas como a ONG tem menos de 1 ano de existência não pode receber auxílio governamental. Então a doação da população é fundamental.

O projeto já esta sendo apresentado a várias entidades mas toda a ajuda é bem vinda!

Se você puder, segue o número da conta abaixo. Se quiser visitar a ONG, fica cerca de 300 metros depois do Incubatório da BRF na “Rodovia do Ovo” em Herval d´Oeste. Agende uma visita com o Daniel pelos telefones abaixo.

Abraços e fico a disposição!

CONTA PARA DOAÇÕES

Para colaborar, seja com a doação de itens ou com algum valor basta entrar em contato pelos telefones: (49) 3554-0000 (fixo da ONG), 49- 98816-4869 com Daniel ou 49-99807-7883 com Daniela.

Ou depositar diretamente na conta da ONG em:

Banco Sicredi
Agência 0217
Conta Corrente: 41190-0

CNPJ: 26.614.036.0001-59

Nome: Comunidade Deus é Fiel, que é a Ong Mantenedora da Casa de Acolhida e idealizadora do projeto.

Notícias sobre a ONG

Oito moradores de rua estão abrigados na Casa de Acolhida localizada em Herval d’ Oeste
De Redação Portal EderLuiz – 26 de janeiro de 2017
Link: http://www.ederluiz.com.vc/oito-moradores-de-rua-estao-abrigados-na-casa-de-acolhida-localizada-em-herval-d-oeste/

Ong Coração de rua promove ceia de natal mas ainda não consegue iniciar suas atividades na casa de apoio
De Redação Portal EderLuiz – 26 de dezembro de 20160
Link: http://www.ederluiz.com.vc/ong-coracao-de-rua-promove-ceia-de-natal-mas-ainda-nao-consegue-iniciar-suas-atividades-na-casa-de-apoio/

 

Congelamento de salários e R$ 600 mil para o HUST

Olá Joaçabenses!

Hoje temos DUAS boas notícias! A primeira é que o Deputado Jorginho Mello conseguiu mais recursos para o HUST e a segunda é que os salários dos agentes políticos não vão aumentar neste ano de 2017.

A primeira notícias é que eu recebi um ofício do Deputado Federal Jorginho Mello informando que foi empenhado um recurso extra orçamentário no valor de R$ 600 mil para o Hospital Universitário Santa Terezinha – HUST. Como sou vereador pelo PR – Partido da República que é o mesmo partido do Deputado Jorginho Mello então ele me mandou um ofício avisando. Importante notar que o Hospital Universitário é regional e atende 60 municípios então esse recurso ajudará outros município também.

Também vale lembrar que o Deputado Jorginho já trouxe outros recursos para o HUST, por exemplo, R$ 2,3 milhões em outubro de 2015 para adquirir equipamentos e material permanente para o centro cirúrgico, ressonância magnética, tomografia e secadora de roupas hospitalar.
Esses R$ 600 mil ainda não são para a UTI Neonatal, mas tenho certeza que poderemos contar com ele para isso neste próximo ano, já que a UTI Neonatal esta no Voz Única da ACIOC e, portanto, no meu plano de mandato. Então é meu comprimisso acompanhar!

Outro assunto é o congelamento dos salários dos agentes políticos sancionados pelo Prefeito Dioclésio hoje, sexta-feira, 06 de janeiro de 2017. Essa lei foi aprovada na câmara de vereadores na última sessão do ano passado, então eu como vereador não tive participação. Mas o prefeito anterior não quiz sancionar e deixou para o novo prefeito que assumiu essa.

O importante é que os salários ficam iguais. Não haverá aumento neste ano de 2017.

Eu achei ótimo pois passamos por um período de dificuldades financeiras no Brasil todo. A recessão nos dois ultimos anos fez a economia do Brasil encolher mais de 8% o que é pior até do que a crise de 1929 quase um século atráz. O desemprego no Brasil bate récordes e apesar de nosso município não estar sofrendo tanto quanto outras regiões do Brasil este congelamento dos salários vai gerar um impacto positivo nos cofres públicos e fazer com que sobre mais dinheiro para investimentos.

Falando em investimentos, essa semana já conversei com o Secretário de Indústria e Comércio (Sr. Michel Ávila) e com o Diretor de Planejamento do Município (Sr. João Sampaio) sobre o plano de ação para fazer Joaçaba crescer economicamente. Em breve teremos novidades a respeito disso.

Me segue nas redes sociais para ficar atualizado, tenho  instagram e uma página no Facebook. Também  acompanhe meu blog. Os endereços estão aqui no post. Abraços e fico a disposição!

Leia mais em: http://www.cacodarosa.com/noticia/11192/governador-inaugurada-nova-torre-do-hust-em-joacaba

 

Blog: www.antonello.com.br

Facebook: www.facebook.com/ricardo.antonello

Instagram: @ricardo.antonello

Sumiço da mesa do prefeito e repasse para o carnaval

Olá Joaçabenses!

Hoje iremos falar sobre o sumiço da mesa do prefeito e do repasse para o carnaval.

Eu já fui cobrado, como vereador, para fiscalizar essa situação. Os eleitores cobram (e com razão)! Sei que é uma questão pequena e que temos coisas mais importantes pra tratar sobre o futuro de Joaçaba mas sou obrigado a me manifestar na posição de vereador que estou agora. Confirmei o que esta na reportagem do G1 e da Rádio Catarinense que falam que os móveis foram pagos pela secretária de finanças do município, existe a nota fiscal no nome dela. Até aí tudo bem e por isso os móveis foram retirados. Contudo, me parece inadequado o novo prefeito assumir sem móveis em seu gabinete. Penso que a administração anterior poderia ter providenciado outros móveis com antecedência, ou comprado outros móveis (via licitação que demora pelo menos 1 a 2 meses). Ou colocado no lugar os móveis antigos que estavam lá antes desses outros que foram “emprestados” chegarem. Ou ainda, esse empréstimo que pelo que sei foi de vários anos, poderia ter se extendido por mais alguns meses até outros móveis serem comprados. Afinal sabemos que comprar coisas por licitação demora bastante tempo. Enfim, encerrado o assunto espero que fique como lição para que as próximos administrações não cometam erros desse tipo.

Assunto 2, Carnaval: O prefeito confirmou R$ 600 mil para o carnaval esse ano de 2017. Vale lembrar que esse recurso havia sido negociado pela administração passada (lembrem-se que o prefeito autorizou isso alguns dias deopis de assumir o mandato). Isso foi combinado ano passado inclusive com os vereadores, pois estava no orçamento aprovado em 2016. Então o prefeito vetar esse repasse seria incoerente na minha opinião. No Brasil reclamamos da falta de segurança jurídica, de que as leis mudam o tempo todo e nunca se sabe o dia de amanhã. Concordo com isso e é esse princípio que aplico nesta questão do carnaval. As escolas já estão trabalhando a meses então cortar o valor agora um mês antes do evento seria uma sacanagem. Veja que o município, até onde se sabe, não esta sem recursos em caixa nem em estado de emergência ou calamidade pública, isso justificaria um corte um mês antes do Carnaval. Mas como esse não é o caso, penso ser extremamente incoerente alterar o valor que foi combinado ano passado. ENTÃO VAMOS a partir de agora discutir o valor do ano que vem. Esse valor ano que vem compete a nós. O que foi combinado ano passado precisamos honrar.

Finalizando, como já falei em outros vídeos, já estou trabalhando na lei de inovação de Joaçaba, instrumento que permitirá novas empresas se instalarem e auxiliará as empresas que já estão aqui no município a gerar mais emprego e renda.

Por favor siga minha página no facebook em www.facebook.com/ricardo.antonello tem também o endereço do instragram e do meu blog aqui no post. Abraços e fico a disposição!